A arte de dar conselhos

23:18

Sabe quando um cara gosta de você e todo mundo consegue ver menos você? Ou quando alguém está mentindo e você não consegue perceber? Esse tipo de coisa não acontece comigo. 
Eu não vou ter a pretensão de achar que ninguém nunca mentiu para mim, mas foram muito bons mentirosos e em ocasiões muito raras. Se tem uma coisa que sei é comportamento humano, mesmo quando eu era criança, eu revolvia mistérios na quarta serie do tipo quem rasgou o livro de Marcos? só olhando a reação dos meus colegas. 
Eu sei quando alguém está gostando de mim antes mesmo dessa pessoa ficar sabendo ela mesma. Eu sei que existem pessoas que não conseguem enxergar esse tipo de coisa, mas não entra na minha cabeça que alguém consiga ser tão cego. 
" Será que ele gosta de mim?" ou " Por que ela está fazendo isso comigo? Eu achei que fossemos amigas. "
Honestamente, como você não vê quando um cara começa a falar com você do nada? Ou quando ele deixa de fazer alguma coisa só para vir dizer oi? Ou quando ele olha para você mais do que deveria? Garotos não são complicados, não como a gente. Quando eles gostam de alguém fica escrito na testa deles com luzes neon. 
As vezes eu odeio conseguir ver essas coisas porque eu não posso ajudar. Não importa se eu consigo ver que o namorado da minha amiga gosta de outra e só está passando o tempo com ela, porque ela não consegue ver e prefere não acreditar em mim. 
Ou quando uma amiga conhece uma pessoa nova e eu posso ver que ela não pode confiar nessa pessoa, que ela está apenas fingindo, que alguma coisa está errada, mas ninguém acredita em mim.
E sabe o que me irrita ainda mais? Mesmo ninguém acreditando, ainda sim pedem os meus conselhos. 
E eu dou. 
E eles não escutam. 
E eu estou sempre certa. 
E eles quebram a cara.
E no final sou eu dançando e cantando "eu avisei".
Parte do motivo por eu dar realmente bons conselhos é que eu sou indiferente, então eu tenho uma visão clara da situação, eu vejo as coisas pelo que elas são e não pelo que eu quero que elas sejam. Eu nunca gosto de me meter nos problemas dos outros, eu já tenho problemas demais por conta própria. Só dou conselhos quando me pedem, mas agora eu perdi a vontade de ajudar quem apenas me desperdiça. Detesto confrontos, eles me deixam doente e sinceramente, não vale a pena. Eu vou apenas sentar e assistir as pessoas cometerem erro depois de erro. 

Into The Open Air by Julie Fowlis on Grooveshark

You Might Also Like

13 comentários

  1. Quem está de fora da situação realmente tem uma visão melhor de tudo, mas tomar um conselho é muito individual. Eu sou péssima em conselhos: em dá e recebe-los.
    Sou do tipo estupido de pagar para ver. Sobre as pessoas eu tenho uma coisa que normalmente é ótimo: Se eu não gostar da pessoa de cara, geralmente eu estou certa. Não sempre, mas "quando o santo não bate"... é certo!
    Já gostar das pessoas é um problema... gosto de muita gente, muito rápido e as vezes eu me engano.

    Com essa de sacar as pessoas, você daria uma boa psicologa. =)

    ResponderExcluir
  2. queria ter essa sensibilidade.
    por não ter, eu fico sempre com o pé atrás desconfiando de todo mundo :~

    ResponderExcluir
  3. é bem complexo tudo isso

    boa segunda

    beijos

    http://www.metirademim.com/

    ResponderExcluir
  4. concelho é uma coisa que se deve ter cuidado !

    bjs oli

    www.amodernpinup.com

    ResponderExcluir
  5. eh muito tenso isso.
    eu sou meio assim tbm.
    dou conselhos, nem acreditam, quebram a cara e eu digo "eu avisei" rsrs
    as vezes eh melhor nao dar conselho mesmo pra quem nao vai acreditar! ou nao :/ rs

    ResponderExcluir
  6. Esperando ansiosamente e urgentemente o post com dicas de como ler em inglÊs :)

    ResponderExcluir
  7. Me identifiquei muito com esse texto, sempre sei quando um garoto gosta de mim. Já descobri isso até pela internet, sem nunca ter visto o rosto do cara, mas só do jeito que ele escreve diretamente ou indiretamente para mim, eu sei.
    Não sei se gosto ou desgosto de dar conselhos, geralmente trato isso com indiferença. Se a pessoa vem pedir ajuda, me voluntario e dou minha opinião, depois deixo a pessoa tomar sua decisão. Cabe a ela o que vai acontecer depois, não a mim. Eu geralmente odeio pedir conselhos para as pessoas, gosto de resolver tudo a minha maneira.

    ResponderExcluir
  8. Olha, eu sou/era assim também, sempre percebia coisas que as minhas amigas não viam, e até hoje eu percebo muita coisa, mas... Amei pessoas, "amigas", por muito tempo e amor cega e muito e só depois de ir na pscicologa e falar sobre coisas que aconteciam e que me machuacam é que caiu a ficha que só eu considerei a amizade e só eu amei essas "amigas"... O tapa na cara foi tão grande que hoje eu não confio em ninguém, não consigo fazer amigos mais e tá difícil mudar isso. Por isso, não ame alguém sem ter certeza do que ela realmente é porque o tombo é feio.
    Beijos! =**

    ResponderExcluir
  9. Oi Olive!
    Amei o gif!
    E este texto foi muito bom. Estou aprendendo sobre comportamento humano, eu observo muito as pessoas e suas reações. E quanto a dar conselho: detesto! Aprendi que é melhor manter minha boca calada.
    E isso não é uma COISA IDIOTA QUE VOCÊ ESCREVEU:), É UM TEXTO MUITO BOM!

    ResponderExcluir
  10. eu te entendo. também dou conselhos. mas, não sou ouvida. fico imaginando se as pessoas não gostam de enxergar o que está a sua frente, ou se elas curtem um desilusão.não sei. ainda não compreendo essa parte das pessoas.
    Blog Emilie Escreve

    ResponderExcluir
  11. Eu sou do tipo que nunca consegue enxergar nada... :(

    Adoro quando alguém me pede conselho, eu dou e mesmo assim a pessoa não me escuta... Também fico dizendo: "Bem feito! Eu avisei!" ;)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Quando alguém está mentindo é mais fácil pra mim de descobrir, mas quando se trata de saber se alguém gosta de mim é um pouco mais difícil, não muda muita coisa, mesmo assim é um pouco difícil, até que algumas vezes descobri sozinha. Não sou de dar conselhos, só depende da situação. Ótimo post!

    Beijoos

    ResponderExcluir
  13. Esse negócio de ver o que os outros não vêem... às vezes é uma coisa tão óbvia, mas NÃO, para os outros não é. Até me irrito com isso também, e como eu cansei da babaquice de certas pessoas, ignoro. Sua frase "Eu vou apenas sentar e assistir as pessoas cometerem erro depois de erro." se encaixa perfeitamente no contexto. Mas reconheço que, muito ocasionalmente, a situação se inverte para o meu lado e quem precisa de conselhos sou eu, daqueles que caem como um balde de água fria.

    ResponderExcluir

PARA PENSAR

PARA PENSAR

CURTA A PÁGINA DO BLOG